América Futebol Clube

América Futebol Clube - São José do Rio Preto

 
Kaneco defendeu o América no Paulistão de 1969
domingo, 23 de abril de 2017
 
 

 

Revelado pelo Santos, Alexandre de Carvalho, o Kaneco, foi um ponta-direita inteligente e driblador, que defendeu o América no Paulistão de 1969. Ele morreu na terça-feira passada, dia 18, aos 70 anos, vítima de câncer. Seu corpo foi enterrado quarta-feira no Cemitério do Saboó, em Santos.

Em 1968, a diretoria santista pretendia contratar um ponteiro experiente. Assediou Natal, do Cruzeiro, e Paulo Borges, do Bangu, mas as negociações não evoluíram. Então, o técnico Antoninho decidiu dar uma oportunidade ao novato Kaneco, descendente de japoneses e que aos 20 anos brilhava no time amador do Santos.

Estreou na quarta rodada do Paulistão, na vitória de 1 a 0 sobre o XV de Piracicaba, diante de 4.262 pagantes na Vila Belmiro, no dia 22 de fevereiro de 1968, gol do meio-campista barretente Douglas. Teve boa atuação, ganhou moral, foi mantido na equipe e criou a jogada imortalizada como carretilha ou lambreta.

Na sétima rodada, nos 5 a 1 sobre o Botafogo, no dia 9 de março, ele invadiu a área, prendeu a bola entre os seus pés e a puxou sobre suas costas, dando um chapéu sensacional no lateral botafoguense Carlucci. Completou a jogada cruzando na medida para o “gol de letra” de Toninho Guerreiro. “Estava acostumado a fazer aquilo. Aprendi jogando futebol de salão no Paes Leme e no Mackenzie”, dizia o ex-ponteiro.

Campeão paulista de 1968, Kaneco disputou 16 jogos pelo Santos e fez apenas um gol, o segundo do triunfo de 5 a 2 sobre o São Paulo, em pleno Morumbi, no dia 27 de março, pela 10ª rodada. Sua última partida pelo Peixe naquele estadual foi na derrota de 3 a 1 para o América, dia 26 de maio, com 5.817 pagantes no estádio Mário Alves Mendonça, em Rio Preto.

 

América 1 X 1 Corinthians - 9 de março de 1969

Ficha Técnica

América

Raul Marcel; Manoel, Adelson, John Paul e Ambrózio; Neguito e Moreno (Patini); Kaneko (Mirandinha), J. Alves, Cabinho e Marco Aurélio. Técnico: Wilson Francisco Alves.

Corinthians

Alexandre; Lidu, Ditão, Luís Carlos e Pedro Rodrigues; Dirceu Alves e Rivellino; Paulo Borges, Tales (Adnan), Benê e Eduardo. Técnico: Dino Sani.

Gols: Paulo Borges aos 41 minutos do 1º tempo e Mirandinha aos 33 minutos do 2º tempo. Árbitro: Albino Zanferrari. Renda: NCr$ 62.554,00. Público: 14.687 pagantes. Local: estádio Mário Alves Mendonça, em Rio Preto, no domingo, 9 de março de 1969, pelo Paulistão, na segunda partida de Kaneco pelo América.

 

Estreou diante do Palmeiras

Após conquistar o título paulista de 1968 pelo Santos, Kaneco veio emprestado para o América. Estreou na derrota de 3 a 0 para o Palmeiras, no domingo, dia 6 de março de 1969, no estádio Nicolau Alayon, campo do Nacional, em São Paulo, pelo Paulistão. Na quarta-feira seguinte, foi um dos destaques da equipe no empate de 1 a 1 diante do Corinthians, no MAM. Com ele, o Rubro foi 9º colocado entre os 14 participantes do estadual. Kaneco também jogou no Velez Sarsfield, da Argentina, e em outras equipes. Ele era casado, pai de três filhos, avô de uma menina e morava no bairro do Gonzaga, em Santos.

 

São Paulo 2 X 5 Santos - 27 de março de 1968

Ficha Técnica

São Paulo

Picasso; Renato, Jurandir, Dias e Tenente; Lourival e Benê; Faustino (Russinho), Terto, Babá e Paraná. Técnico: Silvio Pirilo.

Santos

Cláudio; Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado (Oberdan), Joel Camargo e Rildo; Negreiros (Clodoaldo) e Lima; Kaneko, Douglas, Pelé e Edu. Técnico: Antoninho.

Gols: Terto aos 12 e Carlos Alberto aos 29 do 1º tempo. Kaneko aos 15, Pelé aos 17 e aos 32, Terto aos 21 e Douglas aos 37 do 2º tempo. Árbitro: Roberto Goicochea. Renda: NCr$ 81.560,00. Público: 18.854 pagantes. Local: estádio do Morumbi, em São Paulo, na 4ª-feira, 27/3/1968, pela 10ª rodada do Paulistão, quando Kaneco fez seu único gol pelo Santos.

 

 

 

 
28/05/2017 » Adésio: o "motorzinho" do América campeão de 1957
29/01/2017 » Mário Sérgio fez sete duelos contra o América
13/11/2016 » Volante Dudu levou ampla vantagem sobre o América
30/10/2016 » Capitão Carlos Alberto estreou no Santos contra o América
21/10/2016 » Até Chulapa temia Orlando Fumaça
16/10/2016 » Uruguaio Dario Pereyra enfrentou o América treze vezes
09/10/2016 » Jaizão cansou de receber propostas do Santos
02/10/2016 » Palmeiras dá ônibus e mais Cr$ 240 mil pelo atacante Milton
18/09/2016 » Felício recorda a ‘marmelada’ entre América e XV de Jaú
04/09/2016 » Luiz Andrade estreia um dia após chegar no América
 
    Página 1 de 12